15 de set de 2009

Michael Joseph Jackson

acho bonito
tudo nele...

a aparência
a voz, linda!!!

seu jeito de dançar
de falar
de olhar
seu sorriso
o jeito como morde os lábios
o jeito como passa a mão pelos cabelos
seu jeito levado de ser
sua alegria
sua gargalhada fantástica
seu trabalho: literário, artístico...

seu amor e respeito à humanidade e à natureza.

cada vez que conheço mais
amo mais!

os defeitos, se um dia desses, eu descobri algum
tenho certeza que vou continuar amando apesar deles
eu sempre fui assim com todos a minha volta
com ele não seria diferente.

admiro
me identifico
amo não incondicionalmente
mas, imensuravelmente
para sempre.

"Michael Joseph Jackson (Gary, Indiana, 29 de agosto de 1958— Los Angeles, 25 de junho de 2009), conhecido simplesmente como Michael Jackson, foi um cantor, compositor, produtor, dançarino, instrumentista e humanitário norte-americano.

A sua carreira de sucesso como popstar fez dele parte da história da cultura popular por mais de quatro décadas. Nos últimos anos, foi citado como a personalidade mais conhecida mundialmente.

Michael Jackson foi o artista que mais contribuiu para obras de caridade em toda a história, sendo certificado no Guinness Book no ano de 2001".

Biografia de Caridade de MJ

11 de set de 2009

Ai que saudade de amar

as pessoas sempre esperam
que tudo seja correspondido
a amizade dedicada
e o amor sentido

mas não se pode negar
nessa vida é bem melhor
ser amado e amar

amar só por amar
não pedir, só doar
viver a emoção
externar o sentimento

coração pulsando forte
sorriso largo no rosto
êxtase, encantamento...

ai que saudade de amar!

9 de set de 2009

Ser Feliz

Ser feliz... do que depende?

As vezes de tudo e as vezes de nada.

Dinheiro, amor...

Para alguns depende de tudo que não possuem, e para outros não depende de nada, pois tudo que são e possuem é motivo de felicidade.

Quando falta-me algo não deixo de ser feliz.

Falta-me algo? Ainda assim sou feliz.

Se esse algo já não me falta, sou mais feliz.

Sofro sim, mas não mais que o normal, não mais que qualquer um. Meus problemas não são os maiores do mundo, e se fossem eu me sentiria muito mais feliz ao superá-los, pois eu seria a pessoa mais forte do mundo.

O importante é que não haja espaço para a infelicidade.

Que não se permita ter tempo de pensar em tristezas.

Quem cultiva tristezas passa pela vida e não vive.

Os problemas que surgem na vida são obstáculos superáveis, muito embora em algum momento eles se prolonguem.

Você consegue superá-los, pode não estar conseguindo, mas você consegue.

Administre os medos, enfrente.

"reconheça a guerra e não desanime,
levante, sacuda a poeira e dê a volta por cima".

É natural,
Coisas da vida,
Importante para o aprendizado de viver.

Alguém já disse que o vazio que existe no homem é do tamanho de Deus.

A busca pela felicidade finda quando encontramos a Deus, quando deixamos que Ele nos preencha.

Encontramos a felicidade quando fazemos de Deus o cerne de nossas vidas. Deus nos disciplina e ensina a sermos felizes, a vivermos felizes. Deus nos mostra que ser feliz é perfeitamente possível.

Busque mais de Deus!

Onde?

Nas sagradas escrituras.

Deus te mostrará tudo que precisas saber.

8 de set de 2009

Cazuza: vivendo exagerado versos a burguesia fede

Recebi um e-mail hoje, escrito por uma psicóloga, cujo título é: CAZUZA - Toda família precisa saber e ficar alerta!‏

Fiquei revoltada!

As pessoas sempre aproveitam-se de algo para aparecer.

Concordo quando dizem que ele era um marginal e etc., mas não concordo em dizer que a exibição desse filme transformaria a cabeça de crianças e adolescentes, e que os mesmos, a partir disso, iriam consumir drogas.

O filme é um relato, uma biografia e como tal deve ser verdadeiro, mostrar Cazuza como ele era, um cantor e compositor.

Não gosto das atitudes e do comportamento que ele tinha, não gosto de drogas e sinceramente queria que ele não gostasse também; porque eu gosto, e muito das músicas dele e queria que ele tivesse até hoje entre nós.

Minha filha de 14 anos assistiu esse filme comigo quando tinha menos idade, não lembro ao certo quantos anos ela tinha, mas ao final do filme comentamos sobre e ela me disse que: "não sabia que ele era assim e que não gostou do comportamento dele, mas que apesar disso continua gostando da músicas dele". E eu concordei com ela.

Não é um filme que vai abalar a educação sólida de uma pessoa. Pessoas que mudam seu comportamento por causa de um filme, certamente tem algum problema psicosocial ou de falta de bases e valores fortes que devem ser adquiridos desde a infância no seio da família.

Gostamos no Cazuza o que era para gostar, o que ele mostrou para nós com seu trabalho, e o resto não é da nossa conta, a educação dele é problema particular.

As pessoas não sabem admirar outra sem endeusá-las.

Ídolo quer dizer estátua ou simples objeto cultuado como deus ou deusa, mas também refere-se à pessoa a quem se tributa grande respeito ou afeto.

Admiro o cazuza, foi um excelente compositor e cantor!!!

A questão não é a veículação do filme e sim a maneira com que administramos o que vemos no filme.

Viva Cazuza!

Liberdade ou Utopia...

A liberdade é uma prerrogativa natural do ser humano. O homem nasce live, e a livre escolha faz parte da condição humana.

Reconhece-se a liberdade humana.

O que seria Liberdade nos dias de hoje?

O homem é por natureza um ser social, é inerente ao homem o desejo da sociabilidade. A vida em sociedade regula-se por princípios de direito, princípios estes que se originaram, antes de tudo, em princípios morais e éticos.

O Estado surgiu para regular as relações em sociedade. O homem passa a ser objeto da imposição do Estado, que impõe o que entende ser o bem. Essa imposição torna o homem servo de um poder superior.

A Liberdade, bem maior, que não pode ser objeto de coerção exterior, torna-se um bem separável da pessoa que o detém, tudo em virtude de uma vida em sociedade.

Temos direito de ir e vir, de trabalhar, de sustentar nossa família, de ter uma vida dígna.

Como exercer esses direitos, se não temos educação, qualificação, saúde, dinheiro, segurança?

As pessoas não são verdadeiramente livres, apenas adquirem direitos que precisam ser impostos por um papel que chamamos de lei, de direitos e garantias fundamentais. E nem mesmo assim, produzem eficácia.

Os direitos estão aí, nas leis, na Costituição Federal. E onde está a liberdade do cidadão para usufruir esses Direitos?

A ação humana não é absolutamente livre, está vinculada ao dever e à responsabilidade.

Conceituo a liberdade como sendo a faculdade de praticar tudo que não é proibido, segundo limites impostos por normas definidas.

O que faremos? O que devemos fazer?

Muitos dizem que nossa arma é o voto, que devemos votar conscientes. Mas ainda falta muito para que o voto seja realmente uma arma, deixando de ser uma vã filosofia.

Falta consciência do povo, e o povo com todos seus problemas e sofrimentos, muitas vezes não pode se dá ao luxo de ter consciência política.

Será que um dia essa arma vai surtir algum efeito?

7 de set de 2009

Primeiro Post do Blog da Marcia Rodrigues


Caros leitores,

É com muito prazer que dou início ao Blog da Marcia Rodrigues, onde escreverei minhas impressões a respeito de tudo.

Você encontrará aqui, ensaios literários, crônicas, poesias, opiniões e escritos aleatórios.

Com este blog, dou início a um sonho: o de escrever sobre  temas que me interessam e que imagino poder interessar a mais alguém.

Então, fiquem a vontade não só para ler, mas também para comentar, criticar e opinar.

Sejam bem-vindos todos os visitantes!