13 de set de 2012

Sobre ser ferido pelo irmão

Olá, queridos!

Hoje vamos falar a respeito de como eu, cristão, devo agir quando ferido por alguém.

Nós cristãos temos o dever de amar o próximo; o irmão em Cristo é também nosso próximo, logo, temos o dever de amá-lo.

Como o próprio Jesus em pessoa falou: amar ao próximo é o segundo mandamento e não há outro maior que este e o primeiro, que é amar a Deus.

Não se pode amar a Deus sem amar ao irmão. "Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?" (1 João 4:20)

O verdadeiro amor está descrito em I Coríntios 13; este é o amor de Deus e o amor que devemos nutrir por nosso irmão.

O amor é sofredor, não busca seus interesses, não se irrita, não suspeita mal, tudo sofre, tudo suporta e etc.

Jesus também ensina-nos a perdoar sempre. E mesmo que não tenhamos feito nada a nosso irmão devemos procurar nos reconciliar com ele. ( Mateus 5:23-24; 18:21-22)

Se meu irmão me fere maldosa e propositadamente o que devo fazer?

Como cristão que sou não devo me sentir triste, chateado, ofendido e ultrajado. Devo suportar em amor, o amor que aprendemos em I Coríntios 13. A Bíblia também nos ensina que devemos amar nossos inimigos, bendizer os que nos maldizem, fazer bem aos que nos odeiam e orar pelos que nos maltratam e nos perseguem (Mateus 5:44).

Então este deve ser o comportamento de todo verdadeiro cristão; se não é assim deve-se buscar em Cristo que seja.

E quando ao me exortar meu irmão fere meu sentimento?

Para esta situação transcrevo aqui um trecho do texto de Luciano Subirá que acredito ter saído do coração de Deus, recomendo que leiam na íntegra, o título é Fira-me o justo:


“Fira-me o justo, será isto uma benignidade; e repreenda-me, isso será como óleo sobre a minha cabeça; não recuse a minha cabeça…” (Salmo 141.5)

Deus não quer ver seu povo doente e nem sofrendo, mas há uma espécie de ferida que produz cura, e essa deve ser praticada pelos cristãos.

Referia-se ao desconforto (e até mesmo dor) que é produzido pela repreensão.
E, apesar de se referir a algo aparentemente ruim, ele menciona as bênçãos provenientes desse ato: “e me será por benignidade; … será como óleo sobre a minha cabeça”. Todos precisamos ser ministrados através de outras pessoas, e isto envolve não apenas ouvir palavras amáveis de encorajamento, mas também, quando necessário, palavras firmes de repreensão e correção.

“Melhor é a repreensão aberta do que o amor encoberto. Fiéis são as feridas dum amigo, mas os beijos dum inimigo são enganosos.” (Provérbios 27.5,6) 

As Escrituras Sagradas declaram que a repreensão aberta (fruto de amor sincero de uma pessoa franca) é melhor que o amor encoberto (que não se manifesta por nunca ter coragem de falar a verdade). 

“O que repreende a um homem achará depois mais favor do que aquele que lisonjeia com a língua”. (Provérbios 28.23) 

A verdade deve ser dita. Pessoas que amam devem corrigir e repreender os seus amados. As feridas de amor (provocadas pela repreensão) são mais valiosas que os beijos da falsidade (do fingimento de quem não quer contrariar ninguém).

Pois é isto, irmãos!

Devemos nos esvaziar de todo sentimento ruim, de toda ira, de toda arrogância, de todo rancor, e carregar a nossa cruz.

Nos lembrar sempre que quando somos julgados pelo irmão, estamos sendo repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados (I Coríntios 11:32).

A Paz !

10 de set de 2012

Sobre a União Cristã

Olá, queridos!?

Hoje Deus me deu como Palavra do dia para meditação o seguinte trecho da Bíblia:

"Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer. Porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós. Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo. Está Cristo dividido? foi Paulo crucificado por vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?"
(I Coríntios 1:10-13)

Entendi que nessa passagem somos exortamos a viver em união, visto que somos corpo de Cristo e como seus membros não devemos estar divididos (I Co 12:25), pois, Cristo não está dividido.

E para que haja união devemos nos lembrar que somos cristãos, devemos buscar alcançar os frutos do Espírito (Gl 5:22) - marca do verdadeiro cristão - de forma a amar o irmão, a agir com mansidão, a não agir motivado pela ira; de forma a dar sempre, a todo momento testemunho de quem somos - servos do Deus vivo.

Não devemos ser partidaristas e dividir-nos em facções dentro do corpo de Cristo, defendendo posicionamentos próprios, firmados em nossa própria vontade, em nossos próprios desejos.

Devemos sim fazer a vontade de Deus, ser unânimes em defender o evangelho (Fp 1:17), rejeitar o que é errado, andar nas veredas da retidão, guardando os estatutos e mandamentos do Senhor por amor a Ele(Sl 25:8; Sl 119:1).

Que sejamos todos irmãos unidos em Cristo e andemos em um só pensamento: honrar a Jesus com a nossa vida.

"Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz." (Filipenses 2:1-8)

Graça e Paz!

2 de ago de 2012

Ele tem 'ciúmes' de mim?

Olá, queridos!?

O assunto hoje é o "ciúmes" ou "zelo" de Deus.

Atualmente temos várias músicas e frases que falam do amor  violento e do ciúmes de Deus.

Então, fiquei a me perguntar: Ele tem realmente “ciúmes” de mim?

“Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes? “ (Tiago 4:5) 

A palavra ciúme neste trecho da Bíblia pode ser melhor traduzida por zelo, como em outros trechos .

Zelo é o empenho em procurar o bem próprio ou alheio.

Deus não tem receio de nada, muito menos despeito ou ressentimento, nem mesmo é um ser possessivo. Deus não tem sentimentos humanos; nós é que fomos feitos à imagem e semelhança dEle e, como Ele é Espírito semelhamos a Ele em espírito, Ele não comunga de nossos enganos do coração.

Deus tem zelo por nós, pois Ele nos ama, cuida de nós, se interessa por nosso bem estar; afinal, Ele é o nosso Pastor e nada nos faltará.

Se procurarmos ler os versículos anteriores à luz do contexto em que se encontra a palavra "ciúmes", veremos que neste versículo como em toda a Bíblia trata-se realmente de zelo, e que, Deus é zeloso, pois não tolera infidelidade da parte de seu povo.

Entendo que também neste versículo fala do santo zelo de Deus e da sua Ira e juízo sobre aqueles que se afastam de Sua Palavra e de Seus retos caminhos.

Paz do Senhor!

26 de jul de 2012

A importância do seu testemunho

Olá, queridos!

Hoje quero falar de uma experiência que tive no domingo passado, dia 21.07, último dia do Congresso de Jovens: Que Venha o Teu Reino, na IBA-Angelim, minha igreja.

Rodolfo Abrantes, ex-Raimundos, estava pregando, mais especificamente estava dando seu testemunho de conversão cristã e vida em Cristo.

A igreja estava extremamente lotada; nesses dois anos de vida cristã só vi ela assim em 2010 no Congresso Refinados pelo Fogo, congresso este que também tinha muitas celebridades cristãs.

Comecei a refletir sobre o que traria as pessoas à igreja, se o anelo pela mensagem de Deus ou a curiosidade na vida de um famoso.

É natural a curiosidade que temos em saber da vida dos famosos, afinal são pessoas públicas. É natural também que essas pessoas costumem lotar igrejas.

Testemunhos são edificadores da fé das pessoas. É uma forma de revelar a todos que nada é impossível para Deus, é uma forma de mostrar quão poderoso Ele é.

Foi então que pude perceber a importância da conversão e do testemunho daquele homem.

"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Marcos 16:15)

Para cumprir o Ide, ele não precisa ter várias estratégias de evangelismo, ele precisa somente contar a todos como Jesus entrou em sua vida. Ao abrir a boca, ele consegue alcançar muitas pessoas.

Talvez as pessoas não tenham tanto interesse assim em nossas vidas. Mas o nosso testemunho é tão poderoso quanto o de Rodolfo, por que Jesus que é o autor da obra.

Então, abra a sua boca! Testemunhe a transformação que Jesus fez em sua vida. Mostre a todos que você realmente é nova criatura.

A Paz!

19 de jun de 2012

Mulher Virtuosa = Varoa Virtuosa

Olá, queridos!

Criei um grupo no Facebook chamado Mulher Virtuosa, o que ensejou a mudança do nome do blog para Varoa Virtuosa (eu já estava querendo mudar o nome do blog há um tempinho). 

A criação deste grupo também me fez pensar em escrever sobre a Mulher Virtuosa de Provérbios 31.

Eis o escrito!

Primeiramente vamos ler e meditar em Provérbios 31:10-31:

"Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos. Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão. Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas. Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços. Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite. Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca. Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado. Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata. Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura. Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra. Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores. A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro. Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente! Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas. A mulher virtuosa é uma mulher esperta, habilidosa e forte".


Agora vamos comentar o que foi lido e meditado:

Virtuosa significa aquela que tem virtudes; e por sua vez, ter virtudes significa ter disposição firme e constante para a prática do bem, força moral e valor.

A Bíblia fala que uma mulher assim não é fácil de se achar, é rara e mui valiosa. Feliz daquele que com ela se casar.

Seu marido confia nela plenamente, tem convicção de suas virtudes; a encherá de mimos e nada lhe faltará.

Ela sempre fará o bem a seu marido. Ela honra a seu marido sendo sua auxiliadora, cuidando dele e orando por ele.

É mulher prendada, com esmero cuida de sua família e dos afazeres de sua casa.

Acautela-se para que nunca falte o pão em sua mesa, previne-se dos dias ruins.

É empreendedora, constrói seus sonhos; é visionária, tem idéias inovadoras. Adquire bens com a sabedoria que Deus lhe dá.

Cabe a ela a administração do lar de uma forma geral: as compras, pagamentos, ordens aos empregados. Por isto é a primeira a levantar, acorda quando o céu ainda está escuro para certificar-se que tudo estará pronto e em ordem a seu tempo.

É trabalhadora, diligente e zelosa; com o fruto de suas mãos contribui com o sustento de sua casa.

É forte, tem fé e esperança nas promessas do Senhor.

Ela não permite que a chama do Espírito Santo se apague, tendo como essência de vida a unção do Santo Óleo de Deus. Busca ter intimidade com Deus, conhecer Seu coração, estar no centro da vontade dEle.

É misericordiosa, tem um bom coração, ajudando aqueles que precisam e abençoando todos à sua volta.

Esta mulher é chamada bem-aventurada por seus filhos e seu marido; e será louvada nas portas por todos.

Este é o modelo bíblico da mulher cristã. Então que busquemos ser assim todos os dias de nossas vidas.

Graça e Paz!

10 de fev de 2012

Seja Transformado

Olá, queridos!

Meditemos hoje em Romanos 12:1-2 :

"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Sacrifício vivo vem ser aquele cujo corpo não está sob o domínio do pecado, pois o pecado opera a morte (Romanos 6:23). Sacrifício vivo é aquele cujo corpo é conservado em santificação e honra a Jesus, pois somente Cristo opera em nós a vida. Devemos viver em Cristo para apresentarmos a Deus um sacrifício vivo (Romanos 6:11).

Culto Racional é aquele feito conforme a razão, fundado no raciocínio. A pessoa dominada pela carnalidade, por seus instintos e desejos é como um animal irracional. Devemos procurar discernir o que é correto ou não diante de Deus, o que agrada ou não a Ele, e optar por fazer aquilo que O agrada. Devemos sempre fazer a vontade dEle em detrimento da nossa, visto que Ele é o nosso Deus e Senhor, e não nós mesmos.

Sede transformados pela renovação do vosso entendimento, isto quer dizer que, se alguém está em Cristo, nova Criatura é. Cristo é quem nos transforma, quem abre nosso entendimento, quem retira as escamas de nossos olhos (2 Co 5:17 e Lucas 24:45). Assim, nosso entendimento é renovado de forma tal que conseguimos compreender a vontade de Deus revelada nas escrituras.

A Boa, agradável e perfeita vontade de Deus é que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade (1 Timóteo 2:4). E para isto precisamos renunciar aos padrões e valores do mundo, adequar-nos aos padrões e valores de Deus; os quais podemos encontrar em toda a Bíblia (Efésios 5:15-21).

Oremos e vigiemos para que sejamos verdadeiramente novas criaturas.

Graça e Paz!

9 de fev de 2012

Carne x Espírito


Olá, queridos!

Hoje falaremos sobre a grande batalha: Carne x Espírito.

"O que é nascido da carne é carne e o que é nascido do Espírito é espírito." (João 3:6)

"Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis, mas, se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis." (Romanos 8:13)

Para entendermos melhor precisamos primeiramente conceituar carne e Espírito.

Ao contrário do que pensamos, carne não significa corpo. Carne é a natureza humana, as nossas intenções, desejos e vontades. Corpo vem ser o instrumento da carne ou do Espírito, dependendo de quem vença a batalha.

Nota-se que Espírito está escrito com letra maiúscula, o que denota uma superioridade, uma autoridade, um poder maior, logo não se trata do espírito humano. Trata-se do Espírito de Deus, que passa a habitar em nós desde quando aceitamos a Cristo como Senhor e Salvador.

Sabemos que a inclinação da carne é inimizade contra Deus (Rm 8:7), que o Espírito nos conduz a fazer a vontade de Deus (Jo 16:7-8), e que a carne lutra contra o Espírito tentando dominar-nos (Gálatas 5:17).

Então, precisamos ser nascidos do Espírito e, além disto, precisamos viver no Espírito. Reconhecer que nosso querer está contaminado pelo pecado e viver na dependência de Deus, sujeitando o nosso querer à vontade dEle, pois o coração é enganoso e perverso mais que todas as coisas, e dele procedem os maus pensamentos (Mateus 15:9; Jeremias 17:9)

Se estamos crucificados com Cristo e Cristo vive em nós, devemos possuir nosso corpo em santificação e honra à Ele, fugindo da aparência do mal (1ts 4: 3-8; 1 Ts 5:22; Gálatas 2:20).

Desta forma, a carne não triunfará.

Graça e Paz!