23 de ago de 2010

É interessante

É engraçado como para uns, o pouco é muito; e para outros, o muito é pouco.

Um viva às diferenças e diversidades!

É interessante como os conceitos variam; não falo da variação de acordo com o objeto, falo da variação de acordo com a mente em que os conceitos se desenvolvem.

E é exatamente isto que torna o mundo mais belo ou mais feio. Vai depender da ótica. Vejam só, isto é outra diferença e diversidade!

É interessante também como algumas dores só doem por que nós queremos que elas doam. Por que ficamos a fazer indagações e considerações.

Mas se simplesmente deixarmos de pensar elas param de doer. É por isso que dizem que o tempo cura tudo, é um bom remédio; e certas dores só passam com o tempo.

O ser humano tem tendência ao auto flagelo. Fica-se pensando em algo insistentemente, sem poder controlar (daí surgem as preocupações, sofrimentos, ansiedades, angústias) mas tentando controlar; e quando finalmente consegue-se o controle; pronto! Para de doer.

É interessante também quando chega um momento na vida da gente, em que temos que mudar, mudar de pensamento, de postura, de planos, de vida....

Por que às vezes não se quer mudar, mas tem-se que mudar mesmo não querendo. E temos que querer o que não queríamos...

Ou fica-se procurando um bom motivo para continuar a caminhar quando surgem as diferenças, as dores e as mudanças.

Eu sempre tive bons motivos e hoje como serva de Deus, eu tenho a Jesus como um novo e principal motivo.

Motivo.... também isto é bastante interessante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa a impressão que domina seu espírito saltar de si.