16 de nov de 2009

Pegadas no Coração

Que fiquem as coisas boas, que trouxeste à mim. E foram tantas! Coisas que eu havia deixado de lado e você me fez reencontrá-las: o valor de apreciar o belo; da amizade; do amor; de Deus, da boa literatura, da boa música ...

Colocaste por várias vezes o sorriso, a alegria em minha face!

Sou capaz de reconhecer e admirar o que há de belo em você.
Há muito tempo aprendi a conviver com o imperfeito e a aceitar o outro como ele é: um ser humano.

O perdão é tão sublime! É prova real de que o sofrimento se foi. Causa alívio!

"Perdoar é deixar o outro nascer de novo em nossa história, sem as memórias que fizeram dele um dia, uma desagradável lembrança" (li isso em algum lugar e achei perfeito).

Nessa vida é fundamental que encherguemos o outro como um todo, separando o erro que foi cometido daquilo que é maior na pessoa.

Amizade é reflexo de amor e perdão. O rancor de nada vale!

Na vida encontramos muitas pessoas, mas existem aquelas que deixam pegadas em nossos corações.

Liberto meu coração para amar você como Deus me ama. Pois que fique a amizade!

Confirmando o que um dia foi dito por mim: "Amizade verdadeira acredito que seja aquela que não veja no outro seus próprios interesses e que resiste apesar do "abuso" ou da distância e mesmo com todas as diferenças."

Um comentário:

Deixa a impressão que domina seu espírito saltar de si.